Ultimas

“Coelhinho da Pascoa o que trazes pra mim? N Ã O!!!”

Não, não, não!!!
Sabemos que é muito bom na Páscoa, receber cestas e ovos de chocolate, porém isso não pode ser feito se não soubermos para qual finalidade tem.

Na verdade, quem sabe o significado de Páscoa? Nos tempos em que vivemos onde pessoas não sabem o significado de Natal, e olha que esse tá bem na cara, imagine a Páscoa.

Faça uma experiência, pegue uma criança qualquer, entre 10 e 15 anos e pergunte: o que é a Pascoa para você? E ela responderá com a maior e mais triste resposta que se pode ouvir.

De certa forma somos cumplices e testemunha da atual situação. Já diziam os antigos que a educação se ganha em casa, e tenha certeza que a catequese também começa nela.

Páscoa (do hebraico Pessach) significa passagem. Reunimo-nos como povo de Deus para celebrarmos a Ressurreição de Jesus Cristo, Sua vitória sobre a morte e Sua passagem transformadora em nossa vida.

A Páscoa é vivida e lembrada de forma inconsciente toda vez em que as coisas e até mesmo nossa própria vida dá certo. Esta é uma transformação constante que presenciamos todas as vezes que um ser desiste de um suicídio, toda vez que uma mãe desiste de um abordo e entre outras.

O Deus que se fez homem, morreu numa cruz e assim como prometido ressuscitou no terceiro dia. Este Deus venceu a morte, e sua vitória é sinal de amor, união, perseverança e esperança até os dias em que vivemos.

Todos nós cristãos devemos, hoje, nos comprometer em nos mantermos fiéis às nossas origens e celebrarmos o sentido original, belo e profundo da nossa maravilhosa festa, que é a celebração da Ressurreição do Senhor. Que nossas boas obras e nossas vozes, em cada canto das nossas cidades, possam levar a alegria do Ressuscitado; sobretudo aos pobres, doentes, distanciados e a todas as pessoas, pois são amadas por Deus.

Que o Cristo Ressuscitado seja luz para nós, e que possamos entender e compreender melhor o sentido das coisas e a vida, e que possamos cada dia mais nos voltarmos para um vida cristã, pura, sincera e verdadeira, afinal de contas não é o coelhinho da Páscoa que nos salvou e nos libertado de todos os males.

Texto de: Silas Cordeiro
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Copyright © 2013 Guerreiros da Paz